Tendências de e-commerce 2019

Não é nenhum segredo que a internet mudou a forma de consumo, e a tendência é que a partir de agora, as vendas nos meios online aumentem ainda mais. Afinal de contas, a cada ano, mais pessoas têm acesso à web e a dispositivos como tablets e smartphones. Neste texto, apresentaremos as tendências de e-commerce 2019.

Tendências de e-commerce 2019 | E-goi

Em primeiro lugar, falaremos do crescimento do e-commerce no Brasil nos últimos anos. Em seguida, destacaremos as questões que mais influenciarão o setor em 2019.  Entre as tendências, citaremos a realidade aumentada, a inteligência artificial, a automação (incluindo os chatbots), o digital influenciando no físico, entre outras. Confira!

Crescimento do e-commerce no Brasil nos últimos anos

Os números do e-commerce no país estão crescendo de forma bastante significativa. Mesmo em um período de recessão econômica, os índices superam a marca de 7,5% por ano nos últimos 3 anos.  A título de comparação, nos Estados Unidos as vendas na web já significam 10% de todo varejo e esse número deve saltar nos próximos anos. Além disso, o digital já influencia 56% das decisões de compras nas lojas físicas.

Para se manter relevante, o que ao mesmo tempo é cada vez mais concorrido, é preciso se diferenciar e proporcionar as melhores experiências para os usuários. Mais do que consumir um produto ou serviço, as pessoas desejam questões como comodidade e flexibilidade. Além disso, as empresas online também precisam se atualizar em relação às tendências, a fim de impulsionar as vendas e reinventar a forma como marcas e consumidores se relacionam.

A seguir, mostramos 5 tendências de e-commerce 2019. Acompanhe!

1. Realidade aumentada

Todos sabemos que os smartphones estão cada vez mais sofisticados. Dessa forma, é possível utilizar as telinhas para realizar simulações, a fim de saber como um determinado produto, por exemplo, ficará em nosso quarto, sala de estar ou banheiro. É possível saber se uma cama caberá em um espaço, se a cor do sofá combina com a da parede e dos outros móveis e por aí vai.

Algumas lojas saíram na frente e já oferecem esse tipo de experiência para os seus consumidores. Para dar outros exemplos, é possível que as pessoas personalizam um sapato ou roupa, ou ainda, podem até experimentar uma viagem virtual, sabendo sobre como serão os detalhes desde o momento do embarque até o retorno ao aeroporto, passando pelo quarto de hotel e os passeios que serão realizados.

2. Mundo digital influenciando no físico

Conforme destacamos, estima-se que nos Estados Unidos, atualmente, 56% das compras realizadas em lojas físicas sofrem influência direta dos meios digitais, uma vez que elas tiveram início em consultas no e-commerce. Tecnologias como a ROPO “Reserch online Purchase Offline ratio” (taxa de pesquisa online e compra offline), por exemplo, estão cada vez mais acessíveis às pessoas e ao varejo.

A partir desse cenário, como as pessoas são multicanal, combinam-se pesquisas realizadas em dispositivos mobile, redes sociais, geolocalização, entre outras ferramentas. Os varejistas poderão mensurar de maneira mais precisa como anúncios na web, campanhas de SMS, e-mail marketing e visitas nas lojas virtuais influenciarão uma decisão de compra nas lojas físicas.

3. Inteligência artificial

A utilização da inteligência artificial (IA) é mais uma tendência que será cada vez mais forte no universo do e-commerce. Nesse contexto, o seu uso, entre outras questões, têm o objetivo de oferecer mais eficiência e agilidade no atendimento aos consumidores. Assim, dúvidas e resolução de problemas serão mais solucionados por máquinas, o que reduz a espera e proporciona uma melhor experiência para as pessoas.

Em outras palavras, vale dizer que haverá um impacto significativo em todos canais de interação. As tecnologias, portanto, impactarão processos relacionados a áreas como atendimento, aquisição de clientes e logística.

Obviamente, já existe acesso a essas ferramentas, mas a AI contribuirá para estabelecer um novo patamar em relação às soluções para os negócios. Tudo isso acontecerá para trazer mais assertividades para as lojas e seus clientes. Por isso, sempre que puder, adote soluções para otimizar as relações.

4. Chatbots

Como vimos, a Inteligência Artificial crescerá cada vez mais. Entre as suas particularidades, precisamos destacar os chatbots, que são máquinas que simulam o atendimento de um humano.

Entre as suas vantagens para o e-commerce, podemos falar do atendimento 24/7, em que as lojas poderão atender seus consumidores em qualquer dia da semana e em todos os horários. Outra vantagem é o atendimento em todos os canais.

Uma vez que os consumidores estão em diversos canais ao mesmo tempo, um chatbot robusto é capaz de funcionar em plataformas como Facebook Messenger, Whatsapp, Telegram, Skype, no site da loja, no SMS e em muitos outros lugares. Independentemente de onde o cliente estiver, é possível que a empresa marque uma presença efetiva também.

Relacionado:  Loja virtual sem estoque: saiba mais sobre essa tendência

5. Comando de voz

As pesquisas realizadas por voz são uma realidade cada vez mais frequente no dia a dia das pessoas. Por isso, para o e-commerce, será estabelecido o desafio de disponibilizar dados e informações detalhadas dos produtos, baseadas nas pesquisas de voz, a fim de otimizar e disponibilizar o inventário em tempo real.

A popularização de assistentes virtuais, como a Siri da Apple e o Alexa da Amazon, também trará diversas implicações para os profissionais de SEO, pois os sistemas de voz resultam em somente uma resposta em vez de múltiplos resultados.

Nos Estados Unidos, empresa como a Lyft (concorrente do Uber) e a pizzaria Dominos já permitem que os usuários façam pedidos por voz em seus aplicativos ou por meio do Alexa.

Essas foram 5 tendências de e-commerce 2019. Definitivamente elas trazem diversos desafios para o mercado e, talvez o principal deles, seja o fato da importância de estar sempre informado sobre as novas tecnologias.

Para permanecer competitivo no mercado, é fundamental que as lojas virtuais adaptem seus processos e se abram para esse universo, que não tem volta e ditará cada vez mais as regras e os comportamentos do consumo online e offline.

Como a sua loja está se movimentando em relação a todas essas mudanças? Para a missão ficar mais tranquila, entenda agora mesmo como criar uma estratégia de Marketing para e-commerce infalível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.