Entenda como funciona o funil de vendas no e-commerce e tenha mais sucesso em seu negócio

Sabe qual a importância de um funil de vendas no e-commerce? Neste post, abordaremos o que é um funil de vendas no e-commerce, como pode aplicá-lo na sua loja e, ainda, apresentaremos algumas dicas de como mensurar seus resultados. Confira!

Entenda como funciona o funil de vendas no e-commerce e tenha mais sucesso em seu negócio - E-goi

Você sabe a importância de um funil de vendas no e-commerce? Se não conhece, saiba que você está perdendo diversas oportunidades de negócio. Mas, não pense que o processo de compra inicia quando alguém entra em sua loja.

Muito antes de chegar até você, o consumidor passou por muitos sites e buscou por diversas opções para sanar sua necessidade. Um funil de vendas bem estruturado compreende desde o momento em que o cliente sequer sabia que tinha uma necessidade a ser atendida e se estende até o momento da venda em si.

Neste post, abordaremos sobre o que é um funil de vendas no e-commerce, como você pode aplicá-lo em sua loja e, ainda, apresentaremos algumas dicas de como mensurar seus resultados. Confira!

O que é funil de vendas?

Por definição, o funil de vendas é um modelo teórico para mapear o caminho da compra de seus clientes, e leva em consideração desde o primeiro contato dele com sua marca até o momento efetivo da venda pela internet.

Seu acompanhamento tem como objetivo facilitar o acesso para a compra do cliente e fazê-lo avançar de forma mais rápida de uma etapa para a outra. De maneira simplificada, o funil de vendas é composto por três etapas:

Calendario Marketing E-goi
  • topo de funil: compreende todos os visitantes do seu site, independentemente da sua localização e interesse nos seus serviços ou produtos. Ou seja, podem ser pessoas dispostas a comprar ou pessoas que chegaram a sua loja por engano;
  • meio de funil: essa fase compreende todas as pessoas que já demonstraram interesse em seus produtos, mas que ainda não estão prontos para a compra. O cliente ainda possui dúvidas se aquele serviço ou produto é a melhor opção;
  • fundo de funil: todos os que chegam a essa etapa, já estão prontos para realizar uma compra em sua loja. Nesse momento a equipe de vendas tem a oportunidade de negociar com o cliente.

Apesar de parecer algo extremamente simples, não se engane. Realizar a avaliação e classificação de cada uma das etapas do funil de vendas no e-commerce exige uma estratégia muito bem elaborada. Para isso, é preciso investir na aplicação de cada uma das etapas.

Como aplicá-lo ao e-commerce?

O funil de vendas para um e-commerce é um pouco diferente do funil de vendas tradicional devido às particularidades do comportamento do cliente em um e-commerce e seu processo de compra. Veja como implantá-lo:

Funil de vendas no e-commerce

Comparado com o funil de vendas tradicional, existem mais etapas antes da realização de uma compra. Apesar das diferenças, é preciso compreender que eles devem trabalhar juntos no processo de captação e convencimento dos visitantes.

Veja como é um funil de e-commerce:

  • atração: nessa etapa, do processo são disponibilizadas páginas de navegação para atrair o visitante ou leads (consumidor em potencial);
  • oportunidade inicial: aqui, estão todos os usuários que colocaram produtos em seu carrinho de compras, mas que ainda não iniciaram o processo de checkout (pagamento);
  • oportunidade avançada (login): são todos os usuários que colocaram produtos no carrinho e fizeram login ou o cadastro inicial para efetivar a compra;
  • oportunidade avançada (entrega): após a etapa anterior, os usuários dessa fase preenchem os dados para entrega e para o pagamento;
  • oportunidade avançada (pagamento): aqui estão todos os clientes que deram início ao processo de pagamento, seja por meio de cartões de crédito ou boleto bancário;
  • cliente: nesse estágio estão todos os usuários que passaram pelo processo acima e que realizaram o pagamento que foi confirmado por sua equipe, o que gera a validação do pedido.

Como vimos, existem algumas diferenças entre o funil tradicional e o de um e-commerce. Contudo, é preciso estabelecer meios de se verificar em qual estágio o visitante está.

Conversão

Para um funil de sucesso, é preciso investir em estratégias de marketing de conteúdo que estimulem o visitante a passar de uma etapa para outra. Dependendo da etapa em que o cliente abandona o processo de compra, temos indicativos de diferentes problemas.

Se sua loja atrai muitos visitantes, mas a taxa de conversão deles em possíveis consumidores está baixa, pode ser um sinal que existam erros na elaboração do perfil de sua persona e acaba por chamar visitantes que não possuem interesse em seus produtos.

Agora, se a taxa de abandono de carrinho está alta, é preciso verificar se os meios de pagamentos que você oferece estão entre os mais aceitos, ou então, o prazo de entrega dos produtos é grande. Por essa razão, é preciso acompanhar as métricas.

Como mensurar os resultados?

Para saber se suas estratégias do funil de vendas no e-commerce funcionam, é preciso acompanhar algumas métricas. Veja quais são elas:

Bounce rate (taxa de rejeição)

A taxa de rejeição compreende o volume de usuários que visitaram seu site e logo em seguida saíram sem ao menos realizar algum tipo de ação como, por exemplo, assinar ao newsletter de ofertas.

Nesses casos, o mais provável é que o processo de criação de persona foi realizado de maneira errada ou que a mensagem utilizada nas peças de atração (posts, anúncios, etc.) não estão adequadas à audiência pretendida.

Conversão de visitantes em leads

O maior indicativo de que um funil de vendas funciona corretamente é, sem dúvidas, a taxa de conversão de visitantes em leads. Para que ocorra essa conversão, é preciso estabelecer estratégias que estimulem o visitante a deixar suas informações.

Esse processo de alimentação da base de dados com informações sobre o perfil do cliente é conhecido como qualificação. Se ela não ocorre, é preciso rever suas estratégias, repensar layouts e, até mesmo, avaliar uma possível troca dos call-to-actions (chamada para ação).

E não se esqueça de realizar testes A/B (teste para melhorar o percentual de aprovação) para avaliar a efetividade dessas alterações! É recomendável que esse procedimento seja realizado uma vez por semana a fim de possibilitar a identificação de qual delas trouxeram os melhores resultados.

Abandono do carrinho

Sem dúvidas, essa é a principal métrica para os donos de e-commerce. Se você possui uma alta taxa de abandono de carrinho, é preciso realizar uma investigação minuciosa sobre suas causas, afinal, ela pode ser resultado de diversos problemas.

Desde a definição dos meios de pagamentos adotados, até o valor do frete e o tempo previsto de entrega, podemos ter uma alta taxa de abandono. Contudo, é preciso identificar qual sua causa e saná-la o quanto antes.

Pagamento não concluído

Se o cliente passou por todos os processos, confirmou a compra e não realizou o pagamento, pode ser um indicativo de que a forma de pagamento não funciona corretamente ou que, por algum outro motivo, o cliente desistiu da compra.

Nos casos de recusa do cartão de crédito, se a compra não for aprovada, é preciso que seu sistema seja capaz de avisar ao cliente de que houve algum problema e que ele deverá tentar novamente com outro cartão.

Ebook Usabilidade para Ecommerce | E-goi

Se ele tiver optado por um boleto, é comum que se esqueça de pagá-lo. Sendo assim, o sistema deverá enviá-lo um lembrete no dia anterior ao vencimento para que ele realize o pagamento.

Nesse post você aprendeu como funciona o funil de vendas no e-commerce e como ele é essencial para o sucesso de sua loja virtual. Quer saber mais sobre vendas na internet? Basta nos seguir nas redes sociais: Twitter, Facebook e LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.