Como configurar o google analytics para medir os meus resultados?

A necessidade de construir uma boa presença online já está relativamente bem difundida entre os mais diversos nichos do mercado. Entretanto, muitas empresas ainda têm dúvidas e dificuldades quando se trata da mensuração de resultados online.

Nesse contexto, saber configurar Google Analytics no site e no blog pode oferecer uma grande vantagem competitiva ao seu negócio. A internet disponibiliza uma infinidade de dados, mas é preciso ser capaz de transformá-los em informações úteis à sua empresa.

Pensando nisso, preparamos este passo a passo com as principais informações sobre essa ferramenta do Google e como tirar o melhor proveito dela. Confira!

Qual a importância do Google Analytics na mensuração de resultados?

O Analytics é mais uma das diversas ferramentas gratuitas disponibilizadas pelo Google. Por meio da implementação de um código JavaScript e da utilização de cookies, o proprietário de um site pode ter acesso a informações sobre o comportamento do usuário em todas as suas páginas.

Depois da configuração desses códigos, o Google Analytics fornece relatórios padrão e personalizados que podem ser úteis na otimização de campanhas.

Entre outras métricas, é possível observar:

  • visitantes antigos;
  • desempenho de tráfego;
  • origem de tráfego;
  • volume de conversões;
  • qualidade dos CTAs;
  • tempo no site;
  • taxa de conversão;
  • bounce rate (taxa de rejeição);
  • dados demográficos dos visitantes.

Como configurar o Google Analytics?

O primeiro passo para acompanhar os resultados do seu negócio é saber configurar o Google Analytics. Somente com a configuração certa é possível ter acesso a uma infinidade de insights que podem fazer a diferença ao seu negócio. Confira agora as etapas mais importantes.

Crie um usuário

Obviamente, é necessário ter uma conta do Google para acessar o Analytics. Pode ser a mesma que você utiliza no e-mail, mas o ideal é que seja uma conta profissional, especialmente se mais de uma pessoa for ter acesso aos relatórios. De toda forma, também é possível atribuir diferentes níveis de acesso ao Analytics a diferentes usuários.

Instale o código de rastreio em todas as páginas

Depois de configurar a conta, você recebe um código de rastreio, no formato UA-000000-2 assim como um código HTML. Essa sequência deve ser inserida em todas as páginas do seu domínio. Alguns sites permitem que ele seja incluído nas configurações e replicado automaticamente.

E-commerces têm um rastreador exclusivo para acompanhar as conversões. Para que ele funcione adequadamente, é preciso escolher a opção “Ativar comércio eletrônico” na aba “Configurações de comércio eletrônico”.

Você precisa ter acesso de administrador para editar o código via WordPress ou outro sistema que utilize. Caso contrário, é necessário entrar em contato com seu desenvolvedor ou seu time de TI.

Tenha metas bem definidas

É importante ter em mente quais os objetivos do seu negócio e do seu site, uma vez que o Google Analytics permite a configuração de metas personalizadas. Elas podem ter quatro características distintas:

  • destino: a meta principal é o acesso a uma URL específica e pode estar associado a um funil de conversão;
  • duração: se observa a permanência em uma página;
  • página por sessão: é avaliada a quantidade de diferentes conteúdos consumidos em um único acesso;
  • evento: o administrador pode selecionar uma ação específica, como clique em um CTA ou reprodução de um vídeo.

Entre 12 e 24 horas depois da ativação da conta, é possível ter acesso aos dados de utilização do seu site. Inicialmente, o Google Analytics exibe as informações padrão, que aparecem em todas as contas e você pode configurá-las de forma a visualizar os dados mais relevantes ao seu negócio.

Configure e compare os relatórios

É possível cruzar informações de diferentes relatórios para uma visão mais ampla dos seus resultados. Explore todas as seções que a ferramenta disponibiliza e altere os diferentes filtros e segmentações disponíveis.

No caso dos e-commerces, o Analytics permite identificar quais as palavras mais buscadas no seu site. Essa funcionalidade pode ser bastante útil no direcionamento da produção de novos conteúdos, por exemplo.

Outros relatórios que não podem ser negligenciados na sua estratégia e que podem ser obtidos por meio do Google Analytics incluem:

  • aquisição de tráfego: de onde vem o seu tráfego?
  • performance para mobile: o que você precisa melhorar no acesso via dispositivos móveis?
  • conversão por meio de redes sociais: o quanto essa ferramenta impacta as suas vendas?
Relacionado:  Como fazer uma boa gestão de clientes em agência?

Automatize o envio de relatórios

Por fim, ao adquirir uma maior familiaridade com o Google Analytics, você também pode configurar o envio automático de alguns relatórios para otimizar seu tempo e da sua equipe. É possível selecionar para quais contas eles devem ser enviados, além de informar qual o formato desejado.

Por que o site e o blog precisam ter o mesmo UA?

Uma única conta do Google Analytics é capaz de analisar diferentes URLs. Por causa disso, é possível obter informações e relatórios separados para o seu site e blog e, ainda assim, cruzar esses dados.

Utilizar o mesmo tracking code tanto para o seu site quanto para o seu blog é fundamental para obter os melhores resultados possíveis na sua estratégia online. Afinal, o comportamento do usuário vai ser semelhante e é possível ter uma visão macro do seu negócio online.

Com dados sobre o comportamento do consumidor no seu site — e/ou e-commerce — você identifica as melhorias de navegabilidade e de otimização para o seu check out que precisam ser implementadas, por exemplo. Já com as informações sobre a utilização do blog, você pode aprimorar as estratégias de SEO utilizadas, além de identificar novas possibilidades de conteúdo por meio da análise das pesquisas internas.

Agora que você já sabe como configurar Google Analytics e qual a importância desse processo, uma dica relevante é integrar a plataforma com outros produtos do Google, como Adwords, Adsense e Search Console. Isso permite que você desfrute não só essa ferramenta, como todas as outras disponibilizadas pelo Google, o que certamente garante uma melhor experiência ao seu usuário e também aumenta suas chances de venda.

Gostou dessas dicas e está pronto para monitorar os diversos resultados do seu site? Ótimo! Aproveite e confira também as principais estratégias para aumentar suas vendas!

O que pensam deste artigo...
  1. Cris Duarte says:

    Obrigado pela partilha Daiana 🙂

    Aproveito para perguntar uma coisa, Google Analytics 360, vale a pena?

    • Daiana Braimis says:

      Oi Cris, obrigado pela sua mensagem. 🙂 As diferenças entre o Google Analytics standard e o Google Analytics 360 são muito pequenas face ao valor que é preciso investir. A grande diferença entre eles será a capacidade de armazenar um nº de hits mensal maior no caso do GA 360. Mas, em pequenas e médias empresas, esse valor raramente será ultrapassado. Portanto a nosso ver não vale a pena o investimento.

  2. Rogério says:

    É muito importante o acompanhamento do seu site ou blog para saber o que necessita fazer para crescer o seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.