Cold Email: Como Escrever Emails para Vendas

Se os seus clientes são empresas, empreendedores ou organizações, então…. … se ainda não chegou o dia, irá chegar… e mais cedo do que espera!

Cold Email: Como Escrever Emails para Vendas | E-goi

Dias… semanas… meses… a pesquisar potenciais clientes… a enviar Cold Emails (emails de prospeção frios) longos… a enviar Cold Emails curtos… mas (quase) ninguém responde! Irá duvidar da eficácia dos Cold Emails! Irá sentir-se uma espécie de spammer! Mas, o que mais pode fazer para obter contatos qualificados para o seu negócio?

Cold Calling é para esquecer! Publicidade é cara e nem sempre resulta! Partilhar conteúdos úteis (nas redes sociais, no seu site/blog) resulta… mas os seus comerciais necessitam de leads com qualidade (não quantidade) e para ontem!

Cold Email: Como Escrever Emails para Vendas - E-goi

Nós (E-goi) vamos ajudar: sugerimos…

… Cold Email.

Parece um paradoxo, não é verdade?

Continue connosco — daqui a uns instantes, vai perceber perfeitamente a nossa sugestão.
Mas, antes disso (em especial se já conhece as soluções E-goi) deve estar a perguntar:

“Espera aí… E-goi é Automação de Marketing Multicanal. Qual é a ligação com Cold Email?”
Ora bem! Ainda não explicamos o 1º paradoxo (da nossa sugestão), e já estamos no 2º paradoxo (Cold Email não liga com Automação de Marketing)!

Nota: Dado que a explicação do 2º paradoxo vai ser relativamente longa, se quiser pular para as dicas úteis, então clique aqui.

Na verdade, as ferramentas de Automação de Marketing (quer sejam E-goi, ou de qualquer outro fornecedor) são desaconselhadas para Cold Email.

Calendario Marketing E-goi

Primeiro: Cold Email, eficaz, deve ser uma comunicação pessoal e individual – é claro que podemos, e devemos, usar email merge (no nosso programa de email preferido/profissional). Logo, a obrigatoriedade de incluir o “Link de Remoção”, nos emails enviados pelas ferramentas de Marketing Automation (que cumprem as normas Anti-Spam), denuncia que são emails automatizados!

Segundo: As listas de contatos (E-goi, ou de qualquer outro fornecedor de Automação de Marketing) devem conter contatos autorizados – no início, os contatos dos Cold Emails ainda não estão nessa categoria.

Então, o que ganha, a E-goi, ao aconselhar Cold Emails?

Ganhamos a longo prazo. Mais tarde ou mais cedo, esses contatos (que tiveram origem nos seus Cold Emails) irão “ganhar o direito” de pertencerem às suas listas de contatos 😉
Como? Por exemplo, integrando o seu CRM ao Automação de Marketing.

Agora… que já compreendeu o nosso objetivo (o 2º paradoxo ficou explicado), vamos ao 1º paradoxo…

Aconselhamos Cold Email… mas tem de ser bem feito! São inúmeras as razões que levam ao fracasso dos Cold Emails. Dão panos pra manga!

Por isso, vamos partilhar e explicar um mau exemplo, e logo de seguida passamos para as dicas úteis 😉

Imagem 1 – Exemplo de um Mau Cold Email

Agora, vamos nos concentrar no que podemos fazer para nunca mais enviar um Cold Email tão ruim, como o que viu na imagem acima!

  • As 2 grandes abordagens, para Cold Emails eficazes, são:
  • #1 Pedir o contato da pessoa indicada
    #2 Apresentar um convite

Vamos começar pela abordagem “pedir o contato da pessoa indicada”

QUANDO USAR?

Na verdade, devemos evitar usar esta abordagem! Significa que não fizemos o trabalho de casa (pesquisar, em especial no LinkedIn). Ou seja, somos preguiçosos!
No entanto, existe uma exceção. Em especial nas empresas grandes (vários departamentos para a mesma área de negócio e cargos profissionais com grande rotatividade).
Por exemplo: imagine que queremos contactar o responsável pelo departamento de Marketing da Staples. Qual deles, departamento e contato, são os mais indicados?

MODELO #1: “PEDIR O CONTATO DA PESSOA INDICADA”

[ASSUNTO DO COLD EMAIL]: Eu preciso da sua ajuda
[CORPO DO COLD EMAIL]:
Olá [NOME_CONTATO],
Sabe me informar quem devo contactar, na [NOME EMPRESA DO CONTATO], responsável pelo [ASSUNTO/FUNÇÃO]?
[PARÁGRAFO CURTO E CLARO QUE SINTETIZA A PROPOSTA DE VALOR (PRINCIPAL BENEFÍCIO) DO SEU PRODUTO/SERVIÇO E PROVAS].
É consigo que devo falar? Se sim, quando podemos falar um pouco?
Ou então, com quem devo falar?
Obrigado e até breve,
[ASSINATURA]

Agora vamos à abordagem “apresentar um convite”

COMO USAR?

Acima de tudo, a mensagem tem de ser relevante e oportuna para quem recebe. No mínimo, devemos criar uma mensagem personalizada para cada indústria e/ou cargo profissional, dos nossos potenciais clientes.

MODELO #2: BASE

[ASSUNTO DO COLD EMAIL]: [Tema Significativo: Eventos Gatilho, Benefícios, Desafio…]
[CORPO DO COLD EMAIL]:
[Expandir Tema Significativo]
[Proposta de Valor]
[Credibilidade]
[Convite]
[ASSINATURA]

Vamos ver 2 exemplos, mais concretos, deste modelo #2.

MODELO #2.1: EXEMPLO FOCO NUM BENEFÍCIO (DOS NOSSOS POTENCIAIS CLIENTES)

Assunto: [BENEFÍCIO] para [EMPRESA DO CONTATO]
Olá [NOME_CONTATO],
De acordo com a nossa experiência com [INDÚSTRIA OU CARGO PROFISSIONAL], um dos principais desafios é [PRINCIPAL DESAFIO].
Neste último ano ajudamos [EMPRESA CONCORRENTE 1, EMPRESA CONCORRENTE 2, EMPRESA CONCORRENTE 3] a atingir [OBJETIVO DE NEGÓCIO]. Ou seja, na prática [BENEFÍCIO: POUPANÇA; PRODUTIVIDADE; RECEITAS].
Caso isto faça sentido para [EMPRESA DO CONTATO] quando podemos falar um pouco? Tenho algumas ideias que podem ajudar.
[Assinatura]

MODELO #2.2: EXEMPLO DESAFIAR (OS NOSSOS POTENCIAIS CLIENTES)

Assunto: Pergunta sobre [DESAFIO], na [EMPRESA DO CONTATO]?
Olá [NOME_CONTATO],
De acordo com [FONTE DE ESTUDO CREDÍVEL], [ESTATÍSTICA QUE IMPACTA O NEGÓCIO DO POTENCIAL CLIENTE].
O que estão a fazer para ultrapassar [IMPACTO DO DESAFIO]?
Recentemente, ajudamos [EMPRESA CONCORRENTE 1, EMPRESA CONCORRENTE 2, EMPRESA CONCORRENTE 3] a [ULTRAPASSAR ESSE DESAFIO QUE IMPACTA OS OBJETIVOS DE NEGÓCIO].
Caso isto faça sentido para [EMPRESA DO CONTATO] quando podemos falar um pouco?
Fico a aguardar o seu contato.
[Assinatura]

Nota: Estes modelos foram uma pequena amostra. Dentro de alguns dias, iremos partilhar mais modelos e abordagens.

E AGORA?

Agora… prometa-nos que:

  • #1 Irá escolher a abordagem (mais adequada ao seu negócio e à maturidade do seu mercado)
    #2 Irá enviar, no mínimo, 10 a 20 Cold Emails por semana (com base nos modelos que partilhamos)
    #3 E, irá partilhar conosco os resultados (ou mesmo, qualquer questão que queria esclarecer)

Até à nossa próxima partilha, e para além de colocar em prática as nossas dicas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.