Blog para iniciantes: 7 aspectos que você deve observar para começar o seu

Você é expert em algum tema e gostaria de ter um lugar para expor suas ideias, mas não sabe por onde começar? Então confira nossas sete dicas sobre blog para iniciantes e boa sorte!

Blog para iniciantes: 7 aspectos que você deve observar para começar o seu - E-goi

De acordo com estudo divulgado pela comScore, o Brasil ocupa o segundo lugar em alcance de blogs no mundo, ficando atrás apenas do Japão. Ao contrário das redes sociais, que tendem a surgir, atingir um ápice e decair — a exemplo do que aconteceu com o Orkut que, depois de ser uma febre mundial, deixou de existir — os blogs vieram para ficar.

Os blogs seguem em alta e estão cada vez mais profissionais e com maior capacidade de gerar renda para quem produz conteúdo. Eles são uma tendência em praticamente todas as áreas: fitness, moda, tecnologia, política, saúde, música, celebridades, gastronomia, etc.

Você é expert em algum tema e gostaria de ter um lugar para expor suas ideias, mas não sabe por onde começar? Então confira nossas sete dicas sobre blog para iniciantes e boa sorte!

1. Delimitar tema e público-alvo do blog

Planejamento é útil em praticamente todos os setores da vida, e não poderia estar de fora das nossas dicas sobre a criação de um blog para iniciantes. Antes de colocar a mão na massa — ou melhor, no teclado — é importante definir qual será o tema principal do seu blog.

Recomenda-se que o blogueiro tenha relação e, se possível, conhecimento aprofundado sobre o assunto que pretende abordar. Isso é essencial para que o conteúdo seja bem produzido e se torne relevante para os leitores.

Por falar em leitor, após definir o tema é importante pensar no público-alvo do blog. Quem terá interesse pelo conteúdo produzido? Pessoas jovens ou mais velhas; homens ou mulheres; com formação universitária ou não? Dessa forma, será mais fácil compreender suas necessidades, pensar em como falar com esse público e qual linguagem utilizar.

2. Criar um nome atrativo e comprar um domínio

Agora que o tema e o público-alvo do blog já foram definidos, é preciso criar um nome para o blog. Essa parte é bem importante, pois esse nome se torna a marca do blogueiro, e é por meio dela que ele será conhecido.

Seja criativo, mas pense no seu público-alvo na hora de definir o nome. Se seus leitores em potencial forem mais sérios, usar uma expressão muito descontraída pode não ser o ideal. Faça uma busca na internet para verificar se o nome que você pensou já está sendo utilizado. Ninguém quer ser acusado de plágio, não é mesmo?

Após definir o nome, é importante comprar um domínio personalizado. No site registro.br você pode verificar se ele está disponível. Esse serviço costuma ser acessível: o domínio www.blogparainiciantes.com.br, por exemplo, custaria R$ 40,00 por ano.

3. Criar um blog gratuitamente

Agora que você já definiu a área de atuação, o público-alvo, o nome e o domínio para o seu blog, o próximo passo é criar o site propriamente dito. Existem no mercado diversas plataformas que permitem fazer isso de forma gratuita. Elencamos abaixo as duas principais, confira!

Blogger

O Blogger é um serviço de criação de blogs gratuito, intuitivo e muito fácil de ser utilizado. Se você já tiver uma conta no Google, o processo torna-se ainda mais rápido. Há várias opções de personalização para que você deixe seu blog com a sua cara. Siga esse tutorial e pronto: em poucos minutos seu blog está no ar!

WordPress

O WordPress é uma das plataformas mais utilizadas no mundo para criação de blogs e sites, sobretudo por profissionais. Há opções pagas e gratuitas e as possibilidades de personalização são praticamente infinitas, inclusive por meio de plugins.

Para começar no WordPress, é preciso fornecer o nome do blog, o assunto que será abordado nele e seu objetivo principal. Há opções de personalização para iniciantes ou especialistas. Seguir os passos é fácil e a própria ferramenta oferece tutoriais.

4. Criar um cronograma de publicação

Aqui entra novamente a importância do planejamento de um blog para iniciantes, dessa vez com relação ao conteúdo. É importante definir a periodicidade das publicações e os temas a serem abordados. Experimente, também, utilizar um calendário com datas relevantes ao seu tema.

Isso ajuda tanto o blogueiro, que pode se organizar melhor, sabendo exatamente quanto tempo terá para cada tarefa, quanto o leitor, que também sabe quando retornar ao blog em busca de novos conteúdos. Ou seja, essa prática traz benefício para as duas partes.

Relacionado:  Como aumentar o engajamento nas redes sociais? 7 dicas infalíveis!

5. Escrever títulos atraentes

Um bom título faz toda a diferença, sobretudo em blog para iniciantes. Basicamente, é ele que vai definir se as pessoas vão ler ou não o seu artigo. Mas atenção: não vale criar um título “caça-clique”, que promete mas não entrega o conteúdo. Se na primeira visita leitores ingênuos podem cair no truque, isso dificilmente se repete depois.

Os títulos precisam ser atrativos, porém fiéis ao conteúdo do post. Fazer perguntas, usar números e despertar a curiosidade das pessoas estão entre as principais dicas para bons títulos. O ideal é que a palavra-chave esteja presente. Há ferramentas que auxiliam nessa tarefa, não deixe de utilizá-las.

6. Chamar a atenção

Com certeza você já leu artigos que terminam com “Marque um amigo que também é fã de cinema!”, “Comente com a sua opinião!” ou “Não deixe de assinar a nossa newsletter”. Essas três frases são exemplos de CTAs — sigla em inglês para Call to Action, que significa chamar a atenção.

Está comprovado que os CTAs são ótimos chamarizes e aumentam a interação dos posts, seja em blogs ou em redes sociais. Portanto, não deixe de colocar uma chamada ao fim dos seus artigos. Priorize CTAs que levem as pessoas a interagir ou a desenvolver alguma ação com relação ao seu conteúdo: seguir nas redes sociais, assinar a newsletter, deixar um comentário, etc.

7. Desenvolver estratégias de divulgação

Com o blog no ar, é hora de criar estratégias para divulgar o conteúdo produzido. As redes sociais são úteis para disseminar os artigos e também propiciam interação com os leitores. Saber o que o seu público quer e conversar com ele é essencial para aumentar o tráfego para o seu blog.

Outra opção que fideliza leitores é a newsletter. Se as pessoas gostarem do seu conteúdo, com certeza vão querer voltar ao blog ou receber em sua caixa de entrada os seus outros artigos.

E aí, gostou das nossas dicas de blog para iniciantes? Ficou alguma dúvida? Então deixe seu comentário e compartilhe suas opiniões com a gente!

O que pensam deste artigo...
  1. Bruno Santo says:

    Ótimo. Parabéns!

    • Hugo Pascoal says:

      Obrigado, Bruno! 🙂

  2. Ro says:

    Excelente! Estou começando a usar a plataforma. Estudando os vídeos e gostando bastante do E-goi! Vou implementar em breve no meu projeto 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.